Por Ricardo Stumpf Alves de Souza

domingo, 13 de novembro de 2011

Rapidinhas


Cinco anos sem Willefort

      Nesta segunda-feira, dia 14 de novembro, completam-se cinco anos da morte de Willefort Leão, designer, filósofo, poeta, viajante, cidadão do mundo e de Rio de Contas.
     Sua presença na vida dos amigos continua viva. A pequena muda de murta que ele gentilmente colheu e me ofertou, continua viva e crescendo na minha casa de Rio de Contas.
     Outras sementes que ele plantou em sua vida, por certo, também continuam vicejando e distribuindo novas sementes.
     Para lembrar a data, publico aqui uma das 300 poesias dele, que encontrei em nosso escritório após a sua morte.

Guardião do sonho
 
Espero o desabrochar
Das margaridas
Que carrego
Dentro de mim

Não há mais esperança
Toda esta força
Brotará

Da minha garganta
Sairão sombras calmas
Para o meu repouso

Dos meus olhos
Sairão raios que
Iluminarão meus dias

Dos meus pés
Sairão veredas
Por onde passarei

Da minha mente
Sairá apenas
A percepção fugaz
De um momento feliz.

(Paris, 21 / 09 / 1982)
      Espero que ele, de onde está, possa ter essa percepção de que sua passagem na Terra foi um momento feliz.

Exposição de Silvio Jessé
     Em homenagem aos 171 anos de fundação de Vitória da Conquista, completados no dia 09 de novembro, a Prefeitura Municipal está promovendo, entre 10 e 30 de novembro, a Exposição Cores de Conquista, com pinturas do artista plástico Silvio Jessé.
     Jessé, que também é professor de desenho da Faculdade de Arquitetura da Fainor, expõe trabalhos que contam um pouco da história da cidade.
      A exposição é na Casa memorial Regis Pacheco ao lado da catedral
da cidade.
     Vale a pena conferir.

Um casamento especial

     Depois de 14 anos de convivência, meus amigos José Mário e Alberto Magno finalmente vão poder selar oficialmente sua união, no que será a primeira celebração de uma união estável entre pessoas do mesmo sexo em Vitória da Conquista.
     Me sinto muito honrado em ser o padrinho de José Mário.
     O casamento será realizado na residência do casal, em cerimônia reservada. Quem levará as alianças será a filha deles (minha afilhada), que sempre teve o maior orgulhos dos pais.
     Uma família de verdade, dando exemplo de harmonia e cumprimento dos deveres paternos a muitos casais héteros que existem por aí.
     Toda felicidade aos meus queridos amigos e que eles possam prolongar essa convivência por muitos anos. 

Pra quem ama os animais
      
Pra quem ama os animais, vai aqui uma frase atribuída a Chico Xavier, que recebi do meu amigo Esmeraldo Filho, de Vitória da Conquista.
"Nós seres humanos, estamos na

natureza para auxiliar o progresso

dos animais, na mesma proporção

que os anjos estão para nos auxiliar.

Portanto quem chuta ou maltrata um

animal é alguém que não aprendeu a

amar"
Chico Xavier


Um comentário:

Claudete Eloy disse...

Wille, foi um homem de vasta cultura e de um humor contagiante e inteligente. Soube através da sua esposa que ele queria morrer entre um passo e outro e o seu desejo foi plenamente cumprido.
A saudade que deixou no coração dos que tiveram a sorte de conhecê-lo é a prova mais concreta do seu dom maior, o de saber cativar e colecionar amigos. Eu tive a sorte de ser uma delas. A palavra saudade traduz tudo o que sinto.